Com Santa Rita perseveramos pelos caminhos da fé

A recordação deste acontecimento especial, os 20 anos da Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, teve como ponto de partida uma obra da Providência divina. 

Vista externa da igreja. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Vista externa da igreja. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

O encontro entre o Instituto Cavanis e a Diocese de Maringá foi providencial: o então Arcebispo de Maringá, Dom Murilo Krieguer, e, o Superior Provincial dos religiosos Cavanis, padre Giuseppe Vianni, CSCh, que eram amigos, se encontraram casualmente num aeroporto e enquanto aguardavam o voo, durante uma conversa, surgiu o convite de Dom Murilo para que os religiosos Cavanis iniciassem uma frente missionária em Maringá/PR. Dom Murilo conheceu o trabalho missionário e o carisma Cavanis em Ponta Grossa/PR onde trabalhou a serviço da Igreja como Bispo. Vale recordar que nesse período do convite os religiosos da Província Cavanis viviam um momento propício para aberturas do carisma em outras regiões do Brasil. 

Gruta dedicada a padroeira. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Gruta dedicada a padroeira. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

O Arcebispo procurava atender ao pedido das comunidades que hoje formam o Santuário, afim de que pudessem ter um atendimento espiritual mais estável, tendo em vista que a Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe (a qual  geograficamente faziam parte) era muito extensa, o que impedia uma presença maior e mais próxima dos sacerdotes responsáveis.  

Desta conversa inicial e através de novos encontros, consolidou-se a presença da Congregação das Escolas de Caridade – Instituto Cavanis, que recebeu com muita alegria e gratidão a Deus, o dom precioso de poder atuar  junto a comunidade que é a atual Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, criada em 2001. 

Vista aérea da Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Vista aérea da Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

O começo

De acordo com o primeiro pároco do Santuário, padre Edmilson Mendes,  CSCh, ao longo desses vinte anos, o santuário presenciou e participou de muitas transformações da cidade, do Brasil e do mundo. “O perfil pastoral do Santuário foi sempre marcado pela atenção e abertura inteligente à realidade que os cercam, e isso permitiu a preparação para acolher as pessoas com paz e conforto espiritual”, nos revela o sacerdote. 

Vista parcial do interior da igreja. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Vista parcial do interior da igreja. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

Um povo querido e acolhedor, disposto a caminhar com seriedade na busca de ideais que reforçassem a fé e a caminhada na igreja acolheram os padres Cavanis. Entre os acertos e desafios iniciais, “considero que o principal acerto, do qual outros se originaram, foi ter assumido um comportamento de ‘aprendiz’, deixando-me ‘reeducar na fé’ por essa gente que logo gostei de conhecer e amar”, conta pe. Edmilson.

Gruta dedicada a padroeira. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Gruta dedicada a padroeira. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

O padre ainda nos conta que um dos acertos mais significativos, dentre tantos, foi o de investir na formação e preparação das lideranças para a comunidade, pois foi de grande valia para que prosperasse o serviço de evangelização. Outro auxílio poderoso foram os santos que complementam a comunidade, “Além da nossa padroeira Santa Rita, nosso povo pode contar com a proteção de Nossa Senhora Aparecida, Bom Jesus, Santa Luzia e Santo Antônio, o que representa um patrimônio precioso de sensibilidade e abertura das pessoas ao evangelho encarnado e anunciado de forma direta e compreensiva”.

Padre Edemar de Souza, CSCh - Provincial, durante a visita canônica na Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021, celebração sem a presença do povo de Deus devido a pandemia)
Padre Edemar de Souza, CSCh – Provincial, durante a visita canônica na Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021, celebração sem a presença do povo de Deus devido a pandemia)

A Comunicação 

Assegurar o uso e a força dos meios de comunicação como aliados na caminhada pastoral, foi de suma importância para o crescimento dos fiéis. Uma decisão que foi tomada no início da trajetória do Santuário, que garantiu e ainda garante essa grande relevância para a igreja. 

Além dos meios mais usuais e práticos, também avançamos para “águas mais profundas” fizemos uso do meio impresso, criando nosso informativo VINDE, nosso site com o mesmo nome e ainda, fazendo uso da rádio e da TV da Arquidiocese através de programas semanais. Estes meios foram se renovando e se transformando para atender as exigências e formatos do tempo atual. 

Missa e Novena realizada mensalmente, todo dia 22 de cada mês. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR.
Missa e Novena realizada mensalmente, todo dia 22 de cada mês. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR.

O destaque, por ter sido uma conquista importante que nasceu praticamente com nossa comunidade paroquial e que prevalece até os dias de hoje sendo uma importante ferramenta de evangelização é nosso programa semanal na Rádio Colméia FM 98,7 – emissora de nossa Arquidiocese. Ele teve início no ano de 2001, praticamente junto com a instituição da paróquia. 

Neste mesmo ano, de forma voluntária, Marcos Boggo, membro ativo nos trabalhos pastorais da comunidade, sem experiência mas com coragem e determinação aceita o convite de padre Edmilson, para assumir a apresentação do programa semanal “Pelos Caminhos da Fé”, todos os domingos das 13h às 14h. 

No começo Marcos Boggo recorda que se deslocava para a sede da rádio de motocicleta, na cidade vizinha (cerca de 18 km), no trecho de pista simples da BR-376. “Seja sol ou seja chuva, todo fim de semana eu ia para Mandaguaçu, no estúdio da rádio, para apresentar o programa. Quando dava certo, o Michel também me acompanhava nessa missão”.

Com o passar do tempo, com a audiência aumentando, o programa passou a ser apresentado também aos sábados, das 12h às 14h. Foram criados novos quadros e de forma criativa, Marcos Boggo, abriu espaço para participação de mais voluntários da comunidade, para que eles também pudessem fazer esta incrível experiência de evangelizar as pessoas através do rádio. 

A Rádio Colméia, inicialmente operava com AM 1170 KHz, numa sede pequena e com poucos recursos. Boggo conta que eles tinham que chegar antecipadamente, para separar os discos de vinil com as músicas que seriam utilizadas na transmissão, coisas que hoje se pode ver no museu da sede atual. 

A transmissão da Missa e Novena de Santa Rita na rádio, todo dia 22 às 15h e 20h, aconteceu algum tempo depois de nosso programa já estar consolidado e como forma de ampliar o alcance do nosso trabalho evangelizador, para que mais pessoas pudessem fazer a experiência de fé através da intercessão de Santa Rita.

Gruta dedicada a padroeira. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Gruta dedicada a padroeira. Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

Através da generosidade de centenas de pessoas a emissora evoluiu. Primeiro, com a construção da nova e moderna sede, em um espaço amplo e acolhedor. E, em segundo, com um grande investimento em tecnologia passando a operar na sintonia 98.7 FM, ampliando ainda mais a sua audiência.

Sempre fizemos tudo com zelo e carinho, para Deus e para seu povo. E  motivados pela aceitação do formato do programa, e pela grande participação  de forma interativa dos ouvintes, assumimos o desafio de ampliar a duração do programa que hoje tem três horas de duração (13h as 16h) aos sábados.

Mais recentemente, ano de 2019, o Santuário ganhou espaço em nova data da semana além dos sábados, começamos a apresentar todas as segundas-feiras o programa “Entre Amigos” das 19h as 21h.

Padre Adriano Sacardo, CSCh - Pároco e Reitor da Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)
Padre Adriano Sacardo, CSCh – Pároco e Reitor da Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021)

Manter o compromisso com a Palavra de Deus e a Igreja, e se esforçar em fazer sempre o nosso melhor, é nosso ideal e missão. Como resposta ao trabalho realizado com dedicação, atualmente o programa “Pelos Caminhos da Fé” conta com uma grande audiência regional e também de outros Estados e países (como Espanha, Portugal, Inglaterra e Japão) o que nos motiva ao mesmo tempo aumenta nossa responsabilidade e compromisso.

As “vozes” que representam o Santuário, chegando semanalmente até as milhares de pessoas que acompanham nossos programas, são a de Michel Rogério do Santos e a de Marcos Boggo, membros voluntários de nossa comunidade que com amor partilham seus dons e estão a frente coordenando e apresentando os programas, ajudando aos ouvintes e comunidade, “Entre Amigos” a seguir “Pelos Caminhos da Fé”

A Juventude

Outra prioridade fundamental ao longo da trajetória da Paróquia, foi a de apostar na vibração e força da juventude com um trabalho específico de formação e educação na fé, a partir do grande patrimônio já presente na organização das comunidades, os grupos de jovens e a catequese.

Unido ao carisma Cavanis, a paróquia oferece ao povo de Deus um serviço que prioriza a formação e educação das crianças, jovens e adolescentes, auxiliando as famílias e colaborando com a igreja local. 

O carisma Cavanis pode enriquecer a proposta evangelizadora da Paroquia e Santuário, e, para isso, é fundamental conservar uma memória histórica, a fim de que a sedução do imediatismo e da moda não comprometa o vínculo com as origens. Construir o presente e o futuro somente é possível quando se pode contar com experiência acumulada ao longo de uma história que se tornou ponto de referência e inspiração para atitudes e decisões cruciais.

Padre Edemar de Souza, CSCh - Provincial, durante a visita canônica na Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021, celebração sem a presença do povo de Deus devido a pandemia)
Padre Edemar de Souza, CSCh – Provincial, durante a visita canônica na Paróquia e Santuário Santa Rita de Cássia, Maringá-PR. (2021, celebração sem a presença do povo de Deus devido a pandemia)

A Fé

Santa Rita de Cássia, mais conhecida como a padroeira das causas impossíveis, possui uma romaria de devotos por todo o mundo e, aqui, não poderia ser diferente. A tradicional novena de Santa Rita de Cássia teve origem no momento em que a Santa foi escolhida como padroeira da comunidade.

No início, como forma de oração e celebração a Santa das causas impossíveis, a novena foi ganhando forma e firmou-se como marco principal e um dos atrativos do Santuário ao longo dos anos. 

Um dos pilares da fé católica, que só cresceu com o conjunto de iniciativas de uma ação pastoral em comunhão com a arquidiocese e ação do Espírito Santo. 

O agora

Através de um olhar “de fora”, mas carregando a autoridade dada por Deus de ter sido nosso primeiro pároco e o qual mais tempo permaneceu conosco, Padre Edmilson nos indica rumos a seguir:

“Construir o presente e o futuro somente é possível quando se pode contar com experiência acumulada ao longo de uma história que se tornou ponto de referência e inspiração para atitudes e decisões cruciais. 

Arrisco a sugerir que a celebração desses primeiros 20 anos seja organizado de forma que se torne para todos uma ocasião de reflexão sobre realidades concretas urgentes para o bem povo de Deus. Tempos como esses em que vivemos exigem prioridades inteligentes e ousadas como poderia ser uma maior abertura missionária, um compromisso através de um gesto concreto solidário no campo da promoção e formação da infância, adolescência e juventude. 

Atitudes ou escolhas como essas poderiam levar a Paroquia e Santuário Santa Rita de Cassia a antecipar o futuro e entrar nos próximos 20 anos segura de si e da sua missão. Eu acredito nisso. E vocês? 

Parabéns pelos primeiros 20 anos. Não tenham medo. Não sei porque, mas Deus gosta muito de vocês. Então, que venha o futuro”

Padre Edmilson Mendes, CSCh

Lascia un commento

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato.